quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Chamado das Avós, inspirando mulheres


A Formação Geradora de Círculos pela Terra, é um chamado das “Avós” para inspirar outras mulheres a prática de gerar espaços de partilha, cura, liberação e empoderamento para a Mulher.

A Formação surgiu respondendo a pedidos de muitas mulheres nos últimos anos, com interesse em formar e conduzir Círculos Femininos. Mulheres estas que conheceram e se nutriram (e ainda se nutrem) da energia salutar emanada de um Círculo de Mulheres. Mulheres que profundamente tocadas e empoderadas pelo Círculo, sentem o desejo no seu âmago de seguir espalhando esta semente, convidando outras mulheres ao desabrochar.
A Jornada, fornece elementos de base para organizar, conduzir e zelar Círculos Femininos, oferecendo um estudo vivencial dentro de uma proposta de desenvolvimento pessoal, com enfoque transpessoal e uma abordagem holística. Mas o principal propósito é o Eu e sua Essência. É proporcionar a mulher que quer ajudar mulheres, a identificar seus próprios recursos internos e exalar seu perfume ao mundo. Se descobrir Flor! Se reconhecer Jóia! Não com o ego que pensa a respeito de si, mas com Presença, Ser! 

Trabalhamos a percepção em diferentes níveis de relações, resgate da memória ancestral do princípio gerador para gerar AMOR, desenvolvimento da escuta sensível, Ciclos e Ritos de Passagem, Mistérios do Sangue, os 4 altares, a arte atemporal de participar de círculos, deusas/presenças arquetípicas na psique da mulher, Graal - o elixir vitae, considerações e sugestões de forma de condução, proteção, ancoramento e encerramento dos trabalhos, entre outros temas transversais que são abordados.

A Formação a partir de 2018 acontece em duas etapas:
Um Retiro de 10 dias de imersão e uma jornada de 5 meses, sendo um final de semana por mês.

- O Retiro de 10 dias - é onde a mulher revisita alguns momentos da sua história e re-significa os Ritos de Passagem. Oportunidade de fazer suas reconciliações, desenvolver olhar amoroso para sua história, despedir-se de certos personagens da psique, liberar memórias uterinas,  dançar a vida e abraçar o masculino e o feminino nesta dança, conectar-se com a Curandeira Interna, entre outros movimentos que só o mergulho nos possibilita. Tudo de forma suave, prazerosa, recebendo cuidado e orientação para que possamos nos aprofundar em questões do universo feminino e curar a partir de nossas próprias experiências. Conduzido e orientado por Ana Paula Andrade e Tatiana Almeida.



- A Jornada de 5 meses - cada módulo é conduzido por uma Mulher Medicina que traz suas sacolas de recursos e medicinas para compor a Formação. Em 2018, entre os temas de cada módulo estão: Sexualidade Afetiva (com Larissa Helena), Aromaterapia para o cuidado do Ser (Tatiane Aguiar Ávila), SAMAI - A Arte da Curandeira (Trinidade Aguilar Pilar Echeverry), Natureza Poética (Clarice Nejar), Da Serpente ao Beija-Flor (Ana Paula Andrade e Tatiana Almeida).




O intuito deste trabalho não é de forma alguma tornar-se guia, mestra, líder ou sacerdotisa de mulheres. Tão pouco constituir uma doutrina ou qualquer movimento que estabeleça rótulos ou crenças limitantes. Bem pelo contrário, é contribuir para a liberdade, autonomia e protagonismo da mulher, é gerar espaço de livre expressão, um lugar para nutrir-se de forma abundante de toda a capacidade geratriz própria do feminino. E a partir do centro, onde todas somos UMA, gerar integração, harmonia, força expressiva e criativa, afetividade, conexão, encontro e vínculo total com a vida.

A mulher encontra no círculo uma comunidade de apoio e se fortalece para assumir com fé a essência da sua humanidade. O papel da geradora é fazer o “chamado”, organizar a casa e zelar pelo encontro.

Oferecemos material de apoio e indicação de bibliografia, filmes, músicas.


Interessadas em participar da “Formação Geradora de Círculos pela Terra” antecipem suas inscrições, pois as vagas são limitadas.




3 comentários: